Amigos na Lama – Com vídeo

Responda rápido…
Você levantaria as 5.30 hrs. em um Sábado, com muita chuva, apenas para encontrar quatro pessoas que você sequer conhece para um passeio de moto em uma estrada de terra?

Certamente se você está lendo este blog é porque admira o motociclismo e se gosta de motos, certamente sua resposta é SIM!
Mais de um mês atras alguns integrantes do Portal Big Trails (www.portalbigtrails.com.br), dentre eles eu, marcamos um passeio off road tranquilo para hoje, tudo virtualmente já que não nos conhecíamos.
Durante a madrugada choveu muito, mas muito mesmo aqui em São Paulo, e pensei até em desmarcar a brincadeira.  Mudei de idéia e saí pouco depois das 6.00 horas para tomar um café, conhecer os novos amigos e encarar mais uma vez um trecho em terra.
Dos inicialmente nove interessados, fomos em cinco motociclistas, eu (Roberto), Gustavo, Thiago, Torys e Marcão. Ótimo quorum considerando a chuva que insistia em cair.
Saímos do ponto de encontro as 8.20 e seguimos rumo à cidade de Piracaia e de lá para Joanópolis. Uma rápida passada pela Cachoeira dos Pretos e rapidamente as rodas estavam na terra!
Estrada em boas condições e tudo caminhava muito bem…
Aproximadamente na metade do trajeto em terra eis que aparece na nossa frente uma cena não esperávamos… um lamaçal!  Como eu estava na frente de todos, não tive dúvida… acelerei!
Confesso que não sei se foi a melhor decisão… a moto parecia um touro bravo e tentou me derrubar de qualquer jeito e eu teimoso, permaneci sobre ela tal qual um peão de rodeio! Um peão desastrado é verdade já que tive muito mais sorte do que habilidade!
O amigo Gustavo gostou tanto do lugar que resolveu comprar um pedaço do gelatinoso terreno, estreando assim sua bela Tiger! Nenhum dano muito significativo, exceto pela ponta do manete esquerdo e pela mais absoluta sujeira…
À duras penas, os demais também passaram por aquele atoleiro.
Menos de 500m depois um segundo atoleiro, pior que o primeiro e logo em seguida um terceiro…  Nessa altura já estava achando que não sairia vivo, já que garanti a todos que o caminho era bem fácil! kkkkkk    Foi mal pessoal!
Findo a terra, abortamos a idéia de ir até Monte Verde já que seriam mais 10 km de asfalto e o horário já estava mais adiantado do que planejamos inicialmente. Resolvemos voltar para Camanducaia e tomar um último café na estrada onde uma bica salvadora foi bem utilizada por todos!
No fim, muitas risadas, novas amizades e um ótimo sábado e o melhor de tudo… descobri que não sou o único louco no mundo!

 

 

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *