Curvas, Oceanos e um Deserto – São Miguel das Missões a Curitiba

Sabe aquela sensação de fim de férias? Aquela que vc. começa a pensar em voltar à rotina? Pois é… estou me sentindo assim.

Até encurtei um pouco meu roteiro trocando Joinville (cidade que não conheço) por Curitiba, troca esta que me fará economizar bons kms amanhã.

Decididamente os Sete Povos das Missões não quiseram me ajudar. Hoje de manhã estive nas ruínas para conhece-las e para minha completa decepção, estavam fechadas! Sim, todas as segundas feiras ficam fechadas! Ou seja, saí da cidade frustrado. Menos mal que consegui assistir à um vídeo na entrada do parque onde é contada a riquíssima história do lugar.

São Miguel das Missões é linda… não a cidade em si, mas o clima, a vegetação, a simplicidade de seus moradores, o incrível azul do céu! É um daqueles lugares onde se deseja passar uns dias sem fazer absolutamente nada… apenas purificando o espírito! Ainda volto lá!

2016-01-11 08.24.03 2016-01-11 09.22.17 2016-01-11 09.24.14 2016-01-11 09.24.18

Peguei a estrada sem grandes novidades. 800 cansativos kms até Curitiba. Muitos caminhões, curvas e chuva. Cautela foi o lema!

2016-01-11 15.37.21 2016-01-11 15.37.33

Amanhã é dia de retorno ao lar… Estou morrendo de saudade de todos e da minha rotina, mas ainda há um lugar para visitar… Isso eu conto amanhã!

4 thoughts on “Curvas, Oceanos e um Deserto – São Miguel das Missões a Curitiba”

  1. Deixo adivinhar? Acho que vai descer a Graciosa que é perigosa com chuva por ser um sabão, chegar em Morretes e apreciar um delicioso barreado, acertei ?
    Seja bem vindo meu camarada, abs.

  2. Amigo, em primeiro lugar deixa eu agradecer pela deliciosa viagem que fizemos nessa garupa virtual. Parabéns!
    Não sou de visitar Blog ” parece ser coisa de fresco” aos poucos fui me refrescando, rsrsr, e todos os dias dava uma passadinha por aqui, não vou dizer que fiquei surpreendido com a narrativa porque já sabia que o homi era dado aos relatos, porem saiba, fiquei encantado com a prosa.

    Agora tu te apures, e que a patroa não leia o que direi aqui, sabe a sensação que descreve acima? Esta sensação é foda, oxalá ela te permita esperar pela próxima férias. Viajar de Moto é a mais adorável das drogas, te cuida no vicio, esta sensação nada mais é, que, a fissura imaginaria das próximas Trips.

    1. Obrigado Saulo, meu amigo inspirador! Apenas invertemos os papeis, já que sempre que leio seus relatos, viajo na garupa! Concordo integralmente com você quanto ao motociclismo ser a “mais adorável das drogas” e tenha certeza que estou completamente viciado! Que venham as próximas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *